5 de jun de 2014

Mais um poema sem nome



Seria egoismo pensar apenas em meus sentimentos
mas injusto nega-los
há algo que remoí meu peito e exala um aroma triste
visto-me com lagrimas que aperta-me o peito
cada palavra dita é uma consequencia
a qual não saberei combater
cada pensamento que se esvai 
é um pedaço daquilo que desejo 
neste momento, neste instante, nesta vida.
Um sorriso que não há como esquecer
e palavras que se contradizem
é o modo ao qual descrevo o motivo
de minha dor e do meu abismo de medos constantes.

                                                        -Andressa Brito

Nenhum comentário:

Postar um comentário